“Norte-coreanos estão praticando canibalismo para sobreviver” diz documentário espanhol 27867

A situação do país governado por Kim Jon-un é alarmante

Nos mercados, quase não há comida.

Em 2012, uma análise da ONU mostrou que cerca de 1/3 das crianças norte-coreanas estavam subnutridas.

Estima-se que, desde a década de 90, mais de 3 milhões de cidadãos norte-coreanos tenham morrido de fome.

Um relatório da Asia Press publicou testemunhos chocantes:

“A fome chegou a tal ponto que muitas pessoas ficaram loucas e cometeram atos de canibalismo para se alimentar.” 

Há alguns anos, nas províncias rurais do norte e su Hwanghae, 10 mil pessoas foram mortas por canibalismo […] enquanto o governo assassino da família de Kim Jon-un gastava todos os recursos do governo desenvolvendo armas nucleares para mostrar seu poderio militar ao mundo.

Em maio de 2014, o Instituto de Unificação da Coreia do Sul divulgou a notícia de que um homem teria sido executado por ter comido parte do corpo de um amigo. Em seguida, ele teria tentado vender o resto do corpo como se fosse carne animal.

O relatório também divulgou o caso de outro cidadão que foi fuzilado por matar (e distribuir a carne) 11 pessoas.

Eles estava vendendo os corpos como se fossem carne de porco.

Casos de canibalismo em campos de detenção também foram relatados.

O programa espanhol La Película com Verónica fez uma matéria chocante sobre esse assunto.

Confira:



Veja o que Yeonmi Park, uma jovem que conseguiu escapar do regime assassino de Kin Jon-un, declarou para a mídia internacional


 

publicidade

Most Popular Topics

Editor Picks

error: Content is protected !!